O que é mais difícil, perdoar ou pedir perdão?

De fato essa questão de perdoar alguém parece ser um tanto quanto simples e não merecedora de uma análise mais profunda, até porque a maioria das pessoas só se importa com esse assunto quando aquele a ser perdoado é você mesmo.
Talvez esse tema soe muito sensacionalista, e o leve a pensar em como poderiam os judeus perdoarem a Hitler e seus seguidores por atrocidades tão grandes cometidas contra eles. Mas na realidade todos nós sabemos que perdoar tanto quanto pedir perdão, são tarefas nem um pouco fáceis, mas ainda assim são bíblicas; logo o que devemos fazer?
Em um dos momentos que o Senhor Jesus utilizou para ensinar seus discípulos (Mateus 18), um deles se levanta e faz a seguinte pergunta: “Quem é, porventura, o maior no reino dos céus?” (Mateus 18:1). Ao que Jesus se aproveita e passa a responder a pergunta, começando com o exemplo de uma criança, passando pelo assunto sobre ofensas, e então chegando ao versículo 15 onde começa a tratar diretamente sobre a questão do perdão.
Logo no versículo 15 à 17 Jesus mostra então seu plano perfeito dizendo:
Mateus 18:15-17 15 Se teu irmão pecar contra ti, vai argüi-lo entre ti e ele só. Se ele te ouvir, ganhaste a teu irmão. 16 Se, porém, não te ouvir, toma ainda contigo uma ou duas pessoas, para que, pelo depoimento de duas ou três testemunhas, toda palavra se estabeleça. 17 E, se ele não os atender, dize-o à igreja; e, se recusar ouvir também a igreja, considera-o como gentio e publicano.
O plano que Jesus oferece parece simples, mas se torna complicado quando nós é que devemos colocá-lo em prática. Para que não venhamos a errar e seguir os passos de Jesus devemos então tomar algumas providências.
Primeiro, devemos considerar o fato de que Jesus é quem está dando a ordem e de que esse plano não é uma mera sugestão. Segundo devemos entender que o foco da passagem é a reconciliação, ou seja, restabelecer a comunhão da pessoa que pecou, com Deus primeiramente e com seu próximo.
Além dessas providências, temos também que tomar muito cuidado, não supondo que sabemos a história toda, nem de agirmos de uma maneira arrogante pensando que já que “sou mais espiritual, ou santo” isso não é meu problema ou não me envolve; e que minhas opiniões pessoais se resumem a nada quando as defrontamos com assuntos claramente definidos na Bíblia.

Mas e esse negócio de ir argüir o irmão, o que é isso?
Apesar da palavra argüir ter caído em desuso em nossos dias, ela simplesmente significa repreender, ou ir ter com a pessoa, apresentá-la o problema e resolve-lo. Assim sendo, repreender aqui nesse texto é nada mas que confrontar uma pessoa, com o intuito de restabelecer sua comunhão com Deus e com o próximo. Devemos sempre nos lembrar que confrontamos a um irmão para a Glória de Deus, sempre de uma maneira cheia de graça e compaixão, com o intuito de restaurá-lo.
E ai? Qual é mais difícil então perdoar ou pedir perdão?
Bom acho que a questão nem deveria ser essa, mas sim, obedecer as palavras de Jesus ou não.

Sobre Elmer Pires

Meu nome é Elmer Pires e sou formado com um Bacharel em Estudos Pastorais com espescialização em Grego Koine pela Universidade Bob Jones nos E.U.A, tenho um Mestrado em Educação pela mesma universidade e estou atualmente cursando um Mestrado de Divindade pelo seminário Servos de Cristo. Ver todos os artigos de Elmer Pires

One response to “O que é mais difícil, perdoar ou pedir perdão?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 145 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: